Entre em contato com um de nossos especialistas!

Como saber o momento certo de trocar a correia dentada

Quem conhece seu automóvel como a palma de sua mão consegue identificar uma leve perda de energia, vibração anormal do motor ou até um aumento da média de consumo. Todos esses fatores indicam que a correia de distribuição está com defeito. O problema é que os fabricantes de automóveis usam agora correias mais resistentes, mas também menos ruidosas. Com isso, mesmo as oficinas das marcas não conseguem verificar em que estado ela se encontra. Se seu desgaste for pronunciado, a correia corre sério risco de arrebentar, com os resultados desastrosos para o motor que já descrevemos. Não pense que esta tira de borracha se parte apenas em movimento, que é a situação mais perigosa em que isso pode acontecer. Mesmo com o carro em marcha-lenta a correia pode ceder. Os danos ao motor podem ser exatamente os mesmos. Os para motoristas e passageiros podem comprometer sua integridade física.

como saber se a correia dentada esta ruim

O segredo para driblar o problema é fazer trocas preventivas. A esperança média de vida de uma correia varia de marca para marca. São os próprios fabricantes que colocam prazo de validade na peça, que deve ser substituída de acordo com os prazos e recomendações do fabricante. Gente mais precavida fará a troca a cada cem mil quilômetros (ou quatro anos, o que acontecer primeiro). Há inclusive quem, ao comprar um carro usado, mande trocar a correia independentemente de ela ser nova ou usada. Cuidado e canja de galinha não fazem mal a ninguém…

Se busca por como saber se a correia dentada está ruim, descubra no site da Auto Center Castello. Solicite um orçamento preenchendo o formulário abaixo e descubra a empresa que é líder de mercado.

Como saber se a correia dentada está ruim





  • Mogi das Cruzes
  • Itaquaquecetuba
  • Suzano
  • Ferraz de Vasconcelos
  • Poá
  • Arujá
  • Santa Isabel
  • Biritiba Mirim
  • Guararema
  • Salesópolis